PERSPECTIVAS PARA O FUTURO ECONÔMICO DE GUARUJÁ.

Publicado em: 25 de junho, 2017 Autor:

PERSPECTIVAS PARA O FUTURO ECONÔMICO DE GUARUJÁ
Conhecida como “pérola do Atlântico”, a cidade do Guarujá é um município do Estado de São Paulo, pertencente a microrregião de Santos. Famosa pela beleza de suas praias e riquezas naturais, o Guarujá fica geograficamente localizado na Ilha de Santo Amaro e é muito procurada pelo turismo durante todo o ano, principalmente em alta temporada.

O motivo é a temperatura média de 21 graus o ano inteiro, que podem chegar até 18 graus no inverno e 25 graus no verão, proporcionando um clima agradável sempre e que permite usufruir melhor suas 27 praias. Como destaque, as Praias do Tombo, Pernambuco, Pitangueiras, Enseada e Astúrias, a maioria com boa infraestrutura, mas há ainda praias mais rústicas e quase desertas, trilhas e mata preservada que tornam o visual magnífico.
A jovem Guarujá

A Ilha de Santo Amaro demorou a ser realmente povoada, o que só começou a acontecer no final do século XIX, a partir do acesso ferroviário entre o planalto paulista e o litoral. Durante a fase em que o Brasil era uma colônia, até chegar aos tempos de império, poucas pessoas se aventuravam no terreno pantanoso e apenas alguns colonos e sítios se instalaram por lá.

Foi nesse período que São Paulo começou a ganhar vida e a se transformar na mega metrópole atual. O que levou as outras cidades a aproveitar o bom momento e buscar sua valorização e expansão. Como ocorreu com a Companhia Prado Chaves que chegou a Ilha de Santo Amaro para iniciar a criação de uma vila balneária ali, começando por Pitangueiras. Logo no começo já instalou 50 casas pré-fabricadas importadas de madeira e um hotel de luxo com cassino chamado de La Plage, o que logo se transforma em referência da classe alta paulistana.

Um ano após a construção do hotel, o Guarujá foi oficialmente fundado como Vila Balneária, ligada a cidade de Santos. Mas o crescimento acelerado pelo turismo de alta classe fez com que o Guarujá se tornasse rapidamente num distrito e em seguida, município emancipado.

Muitas mansões foram construídas na cidade, o que atraiu uma gama de comércio e serviços para esse tipo de público, mas a partir da proibição dos cassinos, a cidade começou a ganhar um novo perfil, abrangendo o seu perfil turístico e populacional. As vias urbanas começaram a ser ampliadas, prédios mais modernos foram construídos, as principais praias ganharam melhor infraestrutura e outros hotéis e empresas ligadas ao turismo começam a se instalar na cidade.

Houve também a valorização de outras fontes de economia, como o estímulo ao desenvolvimento portuário, da pesca e da indústria. Mas migração, principalmente de nordestinos, foi muito rápida e acabou ajudando a inchar a cidade, que logo demonstrou não ter condições estruturais para comportar adequadamente tantas pessoas.

Só no final da década de 90 é que a cidade foi remodelada e recebeu investimentos em habitação, educação e saúde, o que vem proporcionando uma melhor qualidade de vida para moradores e turistas. Hoje o Guarujá está entre as melhores cidades do Estado de São Paulo para se viver, o que ganha ainda mais pontos pela sua encantadora beleza natural.
Perspectivas Econômicas da Cidade

A economia do Guarujá é fundamentada principalmente no turismo, para em seguida ser no porto, na indústria, no comércio, na pesca e em serviços. Pela proximidade com Santos e seu porto mais famoso, o Guarujá acaba recebendo parte do comércio exterior, com uma constante demanda de expansão e consequente oferta de empregos para o setor náutico.

Usufruindo de seu litoral tão rico, a cidade possui a maior comunidade de pesca artesanal do Estado,com inúmeros barcos pesqueiros atracados e frutos do mar frescos disponíveis e financeiramente mais acessíveis.

Mas ainda é no turismo que o Guarujá investe suas perspectivas econômicas. Embora seja o balneário mais procurado pelos paulistanos, a cidade recebe turistas de todas as regiões do Brasil e até do mundo, em busca de suas praias fabulosas. E para incrementar ainda mais o turismo e manter a cidade efervescente em todas as estações do ano, novas estratégias vão surgindo como a criação do Pólo Gastronômico mais importante do Estado. A rede hoteleira vem respondendo bem a essas investidas, criando mais leitos para todos os gostos e valores visando os inúmeros perfis de turistas que a cidade pode receber.

 

www.hotelpalmar.com.br

Comentários